A intersubjetividade jornalística e a cobertura sobre a pandemia do coronavírus no Brasil

Autores

Palavras-chave:

intersubjetividade, jornalismo brasileiro, Coronavírus no Brasil, pandemia

Resumo

característica constitutiva da narrativa jornalística em contrapartida ao mito da objetividade. Para tanto, as reflexões partem do conceito de dialogismo em Bakhtin e do auxílio de Schudson (2010) e Motta (2017). Ao longo do texto são trazidos casos da imprensa brasileira sobre a cobertura da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) que desafia a narrativa jornalística a trazer enredos compreensíveis diante da complexidade da crise. Neste sentido, verificou-se a importância da intersubjetividade no contexto das implicações envolvidas na construção da notícia sobre a pandemia da Covid-19, situando o jornalista como parte ativa deste processo, inclusive nas marcas discursivas da emoção que reforçam a relação do indivíduo com o mundo possível presente nas notícias, constituindo o jornalismo sempre envolvido pelo outro e suas circunstâncias culturais, históricas e sociais.

Downloads

Publicado

2020-12-29