Género como condicionante da participação política no Brasil: trajetórias, capital político e o potencial das tecnologias

Autores

Palavras-chave:

gênero, participação política, tecnologias digitais

Resumo

 

No contexto das eleições municipais brasileiras deste ano, a situação enfrentada por mulheres candidatas é inédita: enfrentam não só as disparidades de número de candidatas e investimentos dos partidos em suas campanhas, mas também o cenário mundial de pandemia provocada pelo novo coronavírus, que muda drasticamente as campanhas políticas e dá ainda mais espaço para as atividades políticas voltadas às mídias e às tecnologias digitais. Sendo assim, este artigo tem como objetivo propor discussões acerca da participação das mulheres na política no contexto brasileiro, a partir de resultados obtidos na pesquisa de doutorado realizada no Programa de Pós-Graduação em Mídia e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), financiada pela CAPES. Para tanto, é apresentado um levantamento das principais conquistas em busca da igualdade de gênero na política nos últimos anos. Além dessa recuperação histórica, os resultados da aplicação de questionário e realização de entrevista episódica com as mulheres que compõem a amostra da pesquisa apontam a questão de gênero como um condicionante da participação político-cidadã no Brasil. Os resultados apontam que as principais modalidades de participação desempenhadas pelas mulheres estão vinculadas aos usos e apropriações de tecnologias digitais, apontando para a centralidade da discussão das tecnologias digitais como condicionante da democratização da participação.

Downloads

Publicado

2020-12-29